Em tempo


São Paulo, 2013

Em um mês, Natal.

Tão rápido quanto o lamento de muitos ao ler isso. A velha desculpa que o tempo voa e quase não sobrou espaço para fazer o que gostaria de ter feito.

Ainda falta um mês para o final do ano e há quem torça para que ele termine logo. Já tem tantos planos que nem se lembra de ter feito a mesma coisa ano passado.

A cultura do planejamento esqueceu a da disciplina. É muita ideia para pouco foco. “Ano novo, vida nova”. Por que não é a vida que muda o ano primeiro?

Isso tudo como se fosse responsabilidade de janeiro mudar alguma coisa. Janeiro é só janeiro.

Pois, em cinco dias, dezembro.

Ainda falta. Como falta! Que seja de dezembro o que é de dezembro. Ainda há vida aqui.

Então, em cinco minutos, agora.

E agora?

A fonte de todo o tempo que te falta. A riqueza que não enxerga e te pertence. A oportunidade plena de mudanças.

Agora é o lugar que se faz, o tempo que se escolhe e o espaço que se cria. O resto é tendencioso.

O próximo ano não pertence ao calendário; o próximo minuto não pertence ao relógio. Nomes e números são apenas reflexos do que é feito neste instante.

Viver é a única verdade.

(Marcelo Penteado)

Sobre Marcelo Penteado

My writing may speaks for me: https://www.facebook.com/sigoescrevendo

2 Respostas para “Em tempo

  1. Sérgia de Lima Juraski

    Tempo é a “riqueza que não enxerga e te pertence.” Só agora, esse exato instante em que escrevo me pertence e só com ele posso contar porque “agora é o lugar que se faz…” Concordo com seu texto. Já há algum tempo tenho tentado viver apenas esse exato instante. E percebo que sou mais feliz assim.

    Curtir

  2. Interessante reflexão para um final de ano. Mas é final? Pode ser início? Continuamos a dar continuidade as nossas crenças e valores, nossa existência. Hora. Ano. Datas.Tempo. Convenções, humanas. Limitantes, por vezes, importantes. É…vai começar mais um ciclo… ou não… “A fonte de todo o tempo que te falta. A riqueza que não enxerga e te pertence. A oportunidade plena de mudanças. Agora é o lugar que se faz, o tempo que se escolhe e o espaço que se cria. “

    Palavras de um médico indiano, escritor, professor de ayurveda, espiritualidade e medicina corpo–mente:
    “O que for teu desejo, assim será tua vontade. O que for tua vontade, assim serão teus atos. O que forem teus atos, assim será a tua existência. O passado é história, o futuro é mistério, o presente é uma dádiva e por isso se chama presente.”
    Deepak Chopra

    Curtir

Deixe uma resposta para Sérgia de Lima Juraski Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Ao que é bem-vindo

A arte que nasce em mim toma forma em si e ganha vida em ti.
novembro 2013
S T Q Q S S D
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  
%d blogueiros gostam disto: