Compromisso com a estrada


2013, Berna

2013, Berna

Viajar é movimento. Um caminho, um pensamento. Para fora, para dentro. Um ato de se tornar, enquanto se vive. Muito mais intenso do que a simples existência.

Viajar é ganhar, é perder. Uma sonata de amigos e histórias. Atos novos, sapatos velhos, testemunhos vitalícios de momentos pontuais.

Memórias e sonhos, duetos controversos. Milhares de quilômetros, centenas de batimentos, frequência e distância sob a mesma regência.

Saudades… respira. Viajar é tempo, é verbo, é um fato. Um curso que segue, sigo, siga. Doravante um rio, que nada.

A força que nasce até explodir. Bela, plena, passional. Vem de dentro, quente feito fogo, fugaz como tosse.

Passa um tempo, tantas luas e até um vento. Natural mesmo, no entanto, é a vontade que renasce. Resguarda-se a convicção cega, incondicional, o compromisso com a estrada. Viajar é semente – cai lenta na mente e cria raízes na alma.

 (Marcelo Penteado)

Ao que é bem-vindo

A arte que nasce em mim toma forma em si e ganha vida em ti.
novembro 2014
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
%d blogueiros gostam disto: