sigoescrevendo

Um manifesto de palavras sob a regência de cada momento.



Mesmo a sustentação de algo que não nos é mais saudável, é ainda uma sustentação.

Um conforto perigoso, entorpecente.

Entre a consciência do descabimento e a incerteza de um novo estar,
             proliferam-se os convencimentos de muitos receios.

_

Seja pela insistência da ignorância ou pela luz da atenção,
     há um momento no qual a lucidez se depara com o espelho e, só,
enxerga o cansaço.

Insustentável.

_  

Faz-se, a mudança:

Quando no desmoronamento voluntário reside o sentido de seguir - manifesta-se a vertigem paralisante que antecede toda queda.

Cair, desde um para outro ângulo de si.

Uma vez em movimento,
                     transformação não retrocede.

_

      Há decisões cujas afirmações rompem amarras, relações e hábitos.

Caminhar o caminho – falado ou sozinho.

Os machucados encontram no futuro a cicatrização de dores ultrapassadas.

Viver a vida cura.

(Marcelo Penteado)


Minha vez de ler: deixe um comentário! ;)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: